Best Western e o Rio de Janeiro: o desafio da super oferta

José Justo
De olho nas Olimpíadas de 2016, a Best Western inaugurou cinco empreendimentos no Rio de Janeiro, que completaram recentemente um ano de operação. “Quando fizemos nosso planejamento o Rio de Janeiro era outro mercado, com 90% de ocupação e a diária média mais alta do país. Mas, logo após as Olimpíadas, descobrimos que a cidade estava no caos. Então, o planejamento inicial não aconteceu. Mas, mesmo assim, voltamos a nos recuperar em termos de diária média e ocupação nesses últimos meses e acreditamos que poderá continuar crescendo”, afirma Marcio Lacerda, diretor geral da Hotelaria Brasil, que administra empreendimentos da Best Western.  
Para Lacerda, o governo não divulgou a cidade como deveria. Nós organizamos um evento do porte da Copa do Mundo e das Olimpíadas, mas não fizemos a divulgação internacional necessária, não fizemos o dever de casa. Quem fez isso, como Espanha e França, hoje lidera o mercado mundial, diz. O Rio de Janeiro perdeu turistas e eventos. Não tem organização política e o turismo não é colocado em primeiro plano e fala das diárias: o Réveillon de dois anos atrás não volta mais. Em 2016, as vendas começaram tímidas, mas no último momento os hotéis ficaram cheios. Acreditamos que neste ano os empreendimentos vão lotar, mas não com o valor de diária que gostaríamos, explica.
Autorais
A rede fechou parceria com a culinarista Bela Gil para oferecer alimentação saudável a seus clientes. A preocupação é oferecer refeições balanceadas com alimentos orgânicos, inclusive no frigobar e room service. A parceria com a filha de Gilberto Gil deu tão certo que a rede cogita abrir um restaurante em São Paulo, em uma nova unidade na cidade que está em planejamento.
Uma das estratégias para atingir o público externo é participar de festivais gastronômicos, como o Restaurant Week. queremos divulgar nossos restaurantes, principalmente os da Bela Gil. Ela tem programas de televisão, mas nunca teve uma operação comercial antes. É uma experiência gastronômica diferente e quando uma pessoa vai conhecer um dos restaurantes indicamos o famoso churrasco de melancia, diz ele.
__________________________________________________
FrontDesk é um boletim informativo com assuntos de interesse da Cadeia Produtiva do Turismo do Sul do Brasil, enviado para 26.436 endereços.
Envie-nos sua opinião ou informação para o e-mail: frontdesk@frontdesk.tur.br
Editores: Renato Brenol Andrade & José Justo 54 999 143 117
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s